riccel-fb riccel-in riccel-yt instagram right-arrow Made with love by Platz"

Conforme já citamos em outros textos do nosso blog, os mancais de deslizamento são componentes essenciais para suportar as cargas aplicadas em eixos giratórios e proteger o alojamento dessas peças em diversos equipamentos industriais. No entanto, é preciso escolher o elemento correto para aumentar a vida útil da máquina, evitar falhas e melhorar seu desempenho.

Por isso, ao longo deste texto vamos falar sobre os diferentes tipos de mancais de deslizamento e te ajudar a escolher a melhor solução para a sua indústria.

Então continue a leitura e veja como encontrar o modelo ideal para sua produção!

Resistência que protege

Sem dúvida, a resistência é uma das principais características dos mancais de deslizamento. Afinal, o componente de transmissão mecânica precisa suportar grandes cargas durante o trabalho dos sistemas de rotação das máquinas.

Essa qualidade é fundamental, pois o componente é essencial para o bom funcionamento do eixo e de todos os elementos ligados a ele. Portanto, escolher um item que não suporte a demanda, pode ser extremamente prejudicial para a performance da máquina e para os resultados da indústria.

Desse modo, além de suportar as cargas, os mancais também aguentam os impactos gerados por elas. Por isso, se a resistência não for priorizada na escolha, alguns defeitos podem surgir, como propagação de trincas, fadigas e outros problemas.

Além disso, o mancal precisa diminuir o atrito e dissipar o calor gerado. Porém, o componente deve ser escolhido com atenção. Assim, suas propriedades mecânicas conseguem suportar os esforços e garantir a proteção esperada.

Os mancais de deslizamento

Antes de revelar os tipos de mancais de deslizamento, queremos relembrar as principais características do material. Portanto, trata-se de um componente mecânico capaz de sustentar um eixo enquanto ele gira. O item é composto por uma base, que é fixada ao sistema e tem um furo por onde passa o eixo.

Além disso, entre o eixo e a base existe uma bucha ou rolamento, que reduz os atritos na região.

Por fim, vale destacar que uma das grandes funções desta importante peça é amortecer vibrações. Por isso, é essencial que seja fabricada com um material adequado e muito resistente.

Assim, com a ajuda dos mancais, que estão presentes na maioria dos sistemas de movimentação, é possível transferir torque e rotação e mover rodas, engrenagens, polias e muito mais!

Diferenças entre mancal e rolamento

De fato, existem dois tipos de mancal, o de deslizamento, também conhecido por bucha autolubrificante, e os de rolamento ou rotativos.

No entanto é preciso explicar as diferenças entre eles para não gerar confusão. Desse modo, os mancais de rolamento, são os elementos que podem ser encaixados no furo do mancal para dar suporte ao eixo. Dessa forma, são compostos por elementos rolantes, como esferas, roletes e agulhas.

Além disso, a peça conta com dois anéis e é indicada para ações que exigem a união de mais velocidade e menor atrito.

Já os mancais de deslizamento, tem uma bucha montada em um suporte fixo e contam com camadas de fluidos especiais, óleos ou sopro de ar.

Do mesmo modo, a lubrificação também é um diferencial, pois o item de deslizamento é autolubrificante e o de rolamento não possui esta característica.

Aliás, recentemente publicamos uma matéria em nosso blog que detalha outras diferenças entre os componentes. Para saber mais basta clicar aqui!

Tipos de mancais de deslizamento

Agora que você já sabe o que são os mancais de deslizamento, entende a importância de sua resistência mecânica e conhece as principais diferenças com o mancal de rolamento, chegou a hora de descobrir os tipos do componente.

Geralmente, o produto é utilizado em máquinas pesadas e de baixa rotação, com montagem simples e fácil manutenção. Primeiramente, como você viu ao longo do texto, os itens servem como apoio para eixos em rotação e para os alojamentos onde atuam.

Mas existem diferentes modelos do material. Confira a seguir!

Hidrodinâmicos

Primeiramente, o mancal hidrodinâmico é feito de metal ou cerâmica e é ideal para máquinas e aplicações com altas cargas axiais.

Neste caso, existe uma folga mínima entre a bucha e o eixo, que é preenchida por óleo lubrificante e evita o contato entre as peças.  Desse modo, este tipo do componente é muito utilizado em construções que atuam com altas cargas e altas velocidades, como em indústrias de óleo e gás e plataformas offshore.

Hidrostáticos

Os mancais hidrostáticos possuem alta precisão e são praticamente isentos de desgastes. No entanto, diferente dos hidrodinâmicos, este modelo não possui resistência de deslize e não depende da rotação para sustentar os eixos e reduzir os atritos.

Desse modo, o óleo injetado sob pressão faz com que o eixo seja sustentado sem contato com a bucha, mesmo quando está parado.

Por fim, é importante explicar que este mancal, que está presente em ferramentas e equipamentos de precisão, funciona através de sistemas que pressionam o lubrificante até suas superfícies, evitando atritos durante as operações realizadas pela máquina onde está aplicado.

Aerostáticos

Os mancais aerostáticos utilizam ar comprimido como lubrificante. Sem dúvida, esta é sua principal diferença com outros componentes. Mas é importante destacar também que neste modelo o amortecimento de vibrações é ainda mais eficaz.

Do mesmo modo, não há acúmulo significativo de calor e nem a necessidade de lubrificação e manutenção. Além disso, o item suporta altas temperaturas e possui baixos ruídos.

Magnéticos

Fora os modelos que citamos acima, existem também os mancais magnéticos. Ou seja, aqueles que mantém o eixo em suspensão com a força magnética, sem precisar do fluido lubrificante e através de ímãs e supercondutores, por exemplo. No entanto, as aplicações deste item são muito restritas e são consideradas com grande potencial para um futuro próximo, especialmente em equipamentos elétricos.

Polímeros

Por fim, uma das grandes preferências das indústrias são os mancais de deslizamento autolubrificantes, feitos com polímeros, que contam com resinas e fibras especiais e podem ser alterados com aditivos autolubrificantes como PTFE.

Este tipo de material conta com propriedade de deslizamento resistente ao desgaste, é livre de manutenção e pode ser aplicado tanto em ambientes secos, quanto em locais submersos, sem causar nenhum dano ao alojamento.

Conheça o D-GLIDE®

De fato, existem diferentes tipos de mancais de deslizamento e aplicações para seus modelos. No entanto, desenvolvemos um material que se destaca por atender grandes demandas e diversos segmentos.

Trata-se do D-GLIDE®, um item moderno que fabrica buchas autolubrificantes cheias de resistência mecânica e eficiência.

Por ser um polímero, nossa solução oferece mais facilidade em eventuais trocas e manutenções. Pois é muito mais fácil trocar este tipo de peça do que itens metálicos.

Aliás, por falar nisso, o material é uma excelente opção para substituir componentes mais caros como os feitos de bronze. Tudo isso com excelente custo-benefício, através de valor mais acessível e entrega agilizada, entre 7 e 10 dias úteis após o pedido.

O D-GLIDE® pode ser aplicado em diferentes indústrias como hidrelétrica, hidromecânica, naval, offshore, ferroviária e muitos outros setores.

Fale conosco agora mesmo e surpreenda-se com este produto!